Exemplo utilizando AutoMapper e ASP.NET MVC

Como a própria página do AutoMapper fala, o automapper é um “mapeador” de objeto para objeto. Ou seja, ele facilita a sua vida quando você precisa mapear um objeto em outro.
Mas pq alguém iria querer mapear e converter um objeto em outro? Pq normalmente há conflitos entre o seu domínio e a sua view, ou do seu domínio para o seu serviço. Imagina que você possui uma viewmodel Usuário que possui os atributos necessários para a sua view, contendo todas as validações, etc. Ao enviar para o seu serviço, provavelmente você passará o objeto Usuário do seu domínio, e não o seu viewmodel, certo? Sem o automapper, você não teria muito o que fazer, além de provavelmente ter um método dentro da sua viewmodel que retorna o objeto de domínio, fazendo toda a conversão, teste, etc.
O AutoMapper entra ai para facilitar a sua vida, uma vez que você precisará praticamente de uma única linha de código para realizar o mapeamento.
Continuar lendo